Maior usina fotovoltaica do Chile adicionará 1,7 GWh de armazenamento de bateria

Share

Do novo site ESS News

A concessionária de energia elétrica Generadora Metropolitana, uma joint venture entre o grupo francês EDF e a empresa chilena AME, inaugurou o projeto CEME1 de 480 MW no Chile. De acordo com os proponentes do projeto, este é o maior empreendimento solar do país.

Até agora, o título de maior usina solar do Chile era detido pela Guanchoi de 398 MW da Enel Green Power Chile, que iniciou a operação comercial em julho de 2023.

A Generadora Metropolitana anunciou no final de 2021 que havia obtido um financiamento no valor de US$ 980 milhões, parte dos quais seria investida na usina solar. Sua construção começou há exatamente dois anos, em junho de 2022, e a instalação dos painéis solares foi concluída em janeiro. As obras de engenharia, aquisição e construção (EPC) foram realizadas pela multinacional asiática Power China.

O projeto CEME1, localizado a sete quilômetros da cidade de María Elena, na região de Antofagasta, conta com 882.720 painéis fotovoltaicos de inclinação fixa, voltados para leste-oeste, do fabricante chinês JA Solar, espalhados por 435 hectares. “Esse recurso não apenas maximiza a eficiência, mas também representa um uso mais sustentável e responsável do espaço e alcança maior potência por hectare”, dizem os proponentes do projeto.

O projeto está equipado com tecnologia de limpeza de painéis a seco e robótica, que reduz o consumo de água em 90% em comparação com outras plantas semelhantes.

Em sua próxima etapa, a Generadora Metropolitana planeja adicionar armazenamento de energia de bateria à planta CEME1. A empresa diz que em breve começará a instalar mais de 1,7 GWh de baterias para armazenar a energia produzida pelo projeto.

Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não pode ser reutilizado. Se você deseja cooperar conosco e gostaria de reutilizar parte de nosso conteúdo, por favor entre em contato com: editors@pv-magazine.com.

Conteúdo popular

Chamada da Aneel recebe propostas para 19 plantas piloto de hidrogênio que somam 100 MW
19 julho 2024 O valor previsto de investimento, considerando as 24 propostas, incluindo além das plantas a produção de equipamentos, é de R$ 2,7 bilhões, o que repr...