Santander Brasil adiquire fatia de 70% da América Gestão de Energia

Share

A operação entre Santander Brasil e América Gestão de Energia foi aprovada pelo Banco Central (BC) e pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e assinada ontem pelas empresas. A América Gestão de Energia é gestora operacional e advisor estratégico em operações de energia, água e gás natural, com foco em transição energética e sustentabilidade, para consumidores e geradores de todos os portes e em todos os segmentos de contratação.

Com a aquisição, o Santander passa a oferecer os serviços de consultoria e gestão da holding América Energia aos seus clientes abastecidos pelo mercado livre e cativo de energia.

Entre as soluções disponibilizadas pela América para seus clientes estão: estruturação e gestão de comercialização de energia e gás natural; viabilização de PPA’s (Power Purchase Agreement) para geradores e consumidores; estruturação e gestão de operações de autoprodução e geração distribuída; projeção de tarifas e preços de energia para elaboração de budget; automação e aplicação de softwares próprios em operações multisites; eficiência energética e análises e monitoramento de consumo em tempo real.

“Energia elétrica é um insumo base com custo relevante para qualquer empresa, e a maior parte delas precisa de ajuda na gestão. É um trabalho técnico e multidisciplinar, que não justifica o investimento em uma estrutura interna em muitos casos. Com a aquisição, passaremos a disponibilizar aos nossos clientes essa estrutura”, explica o responsável pela mesa de energia da Tesouraria do Santander Brasil, Rafael Thomaz.

A operação resultará em sinergias relevantes para o Banco, segundo o executivo. A América Gestão de Energia já atua nacionalmente e internacionalmente, mas a forte presença do Banco em regiões onde a empresa tem baixo market share fará diferença na conquista de clientes. “Considerando nosso protagonismo em comercialização de energia, temos uma grande carteira de clientes potenciais para os novos serviços”, diz.

O CEO da América Gestão, Luiz Alfredo Cava, destaca a importância da operação para os objetivos de crescimento da empresa. “Atuar em gestão de energia em seu conceito mais amplo e expandir a atuação internacional são direções estratégicas de nossa empresa. Com o Santander disponibilizando sua estrutura de consumidor e de clientes no Brasil e exterior, esse caminho ganha força”, finaliza o executivo.

Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não pode ser reutilizado. Se você deseja cooperar conosco e gostaria de reutilizar parte de nosso conteúdo, por favor entre em contato com: editors@pv-magazine.com.

Conteúdo popular

Chamada da Aneel recebe propostas para 19 plantas piloto de hidrogênio que somam 100 MW
19 julho 2024 O valor previsto de investimento, considerando as 24 propostas, incluindo além das plantas a produção de equipamentos, é de R$ 2,7 bilhões, o que repr...