Fotus aposta em inversores híbridos, carregadores veiculares e soluções para o agronegócio

Fotus aposta em inversores híbridos, carregadores veiculares e soluções para o agronegócio

Share

Com 600 MW comercializados em 2023, a Fotus Distribuidora Solar projeta R$ 1,2 bi de faturamento esse ano com foco na oferta de novas soluções em seu portfólio, entre elas estão inversores híbridos, carregadores veiculares e soluções off-grid para o agronegócio, além de inversores com as proteções AFCI e rapid shutdown e microinversores, que atendem as últimas normativas de segurança para os sistemas fotovoltaicos.

A empresa garante que seu estoque está dimensionado com preços competitivos, mas não descarta reflexos nos preços dos fretes e possível atraso nas entregas dos produtos em razão dos conflitos na região do Mar Vermelho.

No início de 2023 a Fotus foi uma das primeiras distribuidoras a trazer para o Brasil os módulos com células da tecnologia do Tipo N. Este tipo de módulo é a principal tendência para 2024 por apresentar, dentre suas principais características, maior eficiência, menores índices de degradação e de perda por temperatura, tornando-se uma excelente solução para o mercado brasileiro.

Portfólio de produtos para 2024

De acordo com o gerente da Fotus Distribuidora Solar, Breno Ventorim, “para 2024 acrescentaremos ao nosso portfólio os inversores híbridos das fabricantes já parceiras Solplanet e Solis, com foco principal no mercado do varejo residencial e comercial. Além disso, já no próximo trimestre disponibilizaremos, para este mesmo mercado, os carregadores veiculares da Solplanet, na potência de 7,4 kW que atende a todos os tipos de veículos elétricos e híbridos plug-in comercializados no cenário nacional”, conta.

No próximo mês, a Fotus lançará uma solução específica para o agronegócio, mercado responsável por quase 25% do PIB nacional. Trata-se de um equipamento off-grid que utiliza energia solar para o bombeamento de água em pivôs de irrigação.

Ventorim também informa que a Fotus está atenta às novas normativas referentes a segurança em instalações fotovoltaicas. “Já temos em nosso estoque os inversores com proteção AFCI (Arc Fault Circuit Interrupter) que é, basicamente, um sistema de proteção elétrica que tem como objetivo detectar e interromper arcos elétricos indesejados. Além disso, também anunciaremos equipamentos de rapid shutdown (RSD), que são dispositivos que realizam o desligamento rápido dos módulos fotovoltaicos”, adianta.

A distribuidora também oferece microinversores da marca TSunESS em seu portfólio, que atendem a estas normativas de segurança e hoje são oferecidos nas potências de 2 kW e 3 kW, compatíveis com módulos de alta potência, acima de 600 W. Ao longo do ano de 2024 serão lançados novos modelos com potências diversas, que poderão alcançar até 6  kW.

Possível aumento do frete internacional e estoque

Ainda de acordo com o executivo, “em relação aos conflitos que ocorrem na região do Mar Vermelho, observamos um reajuste no frete marítimo logo nos primeiros dias, ainda em dezembro do ano passado. Apesar de não afetar diretamente a rota padrão dos navios que saem da China em direção aos portos brasileiros, estes incidentes acabam prejudicando a cadeia logística mundial como um todo, pois os navios que têm a Europa como destino, por exemplo, necessitam percorrer uma rota maior e, assim, demoram a retornar para realizar novos carregamentos. Desta forma, enxergamos reflexos não só nos preços dos fretes, mas também em algumas ocorrências de atraso nas entregas dos produtos”, comenta Ventorim.

Em relação ao seu estoque, a Fotus informou à pv magazine que realiza negociações quinzenais para compras de módulos e, por este motivo, consegue sempre manter preços competitivos e atualizados com as mais recentes tecnologias para o mercado nacional.

Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não pode ser reutilizado. Se você deseja cooperar conosco e gostaria de reutilizar parte de nosso conteúdo, por favor entre em contato com: editors@pv-magazine.com.