Delta Energia investe em mais de 30 fazendas solares com 110 MWp em 2023

Marketplace de energia renovável

Share

O Grupo Delta Energia investiu na construção de mais de 30 fazendas solares com 110 MWp nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Bahia, Ceará, Goiás, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal, para atender cerca de 60 mil unidades consumidoras no país.

O grupo também ampliou a atuação na comercialização no varejo com a LUZ, que passou a atender consumidores do mercado livre de energia. A estratégia foi aumentar a carteira de clientes, especialmente de pequenas e médias empresas do grupo de alta tensão aptas a ingressarem nesta modalidade a partir de 1º de janeiro de 2024, quando entra em vigor a portaria 50/2022 do Ministério de Minas e Energia.

Também houve crescimento das atividades da fornecedora digital de energia em geração distribuída compartilhada beneficiando consumidores de baixa tensão – residenciais e comerciais. Atualmente, a LUZ está em 733 cidades do interior, litoral e região metropolitana de São Paulo, de Brasília, Mato Grosso do Sul e Paraná.

“Tivemos grandes avanços em 2023 para fortalecer ainda mais a atuação da Delta que tem já uma posição consolidada no setor elétrico. Queremos conquistar novos clientes entre os potenciais 90 milhões de consumidores que poderão escolher seu fornecedor de energia quando o mercado estiver totalmente aberto”, diz Luiz Fernando Leone Vianna, vice-presidente Institucional e Regulatório do Grupo Delta Energia. Para ele, o lançamento da Wisebyte, a ampliação das atividades da LUZ e os investimentos em geração de energia solar darão suporte à companhia nesse momento de crescimento.

As iniciativas foram destacadas no balanço de resultados de 2023 do Grupo.

Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não pode ser reutilizado. Se você deseja cooperar conosco e gostaria de reutilizar parte de nosso conteúdo, por favor entre em contato com: editors@pv-magazine.com.

Conteúdo popular

Chamada da Aneel recebe propostas para 19 plantas piloto de hidrogênio que somam 100 MW
19 julho 2024 O valor previsto de investimento, considerando as 24 propostas, incluindo além das plantas a produção de equipamentos, é de R$ 2,7 bilhões, o que repr...