10º Congresso Brasileiro de Energia Solar, em Natal (RN), abre inscrições

Share

A 10ª edição do Congresso Brasileiro de Energia Solar (CBENS), será realizada em Natal (RN). A escolha da capital potiguar como sede do evento foi defendida pelo Instituto SENAI de Inovação em Energias Renováveis (ISI-ER) no ano passado. A Associação Brasileira de Energia Solar (ABENS) é a promotora do evento, que será realizado entre os dias 27 e 31 de maio de 2024 no Praiamar Natal Hotel & Convention.

O público interessado em participar do evento já pode se inscrever online e trabalhos para possível apresentação no Congresso podem ser submetidos para avaliação até o dia 31 de outubro de 2023.

“Este é o maior evento de cunho científico e tecnológico do setor no Brasil e vai ocorrer em  um contexto de retomada total das atividades pós pandemia”, frisa a coordenadora geral do X CBENS e pesquisadora líder do Laboratório de Energia Solar do ISI-ER, Samira Azevedo.

ISI-ER, promoverá o evento juntamente com a Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (FIERN), do SENAI, da Prefeitura de Natal, do SEBRAE RN, do governo do estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (Sedec), do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Norte (CREA-RN), da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR) e do Centro de Estratégias em Recursos Naturais & Energia (Cerne).

“O assunto energias renováveis é muito forte no Nordeste. Então trazer o Congresso para a região fortalece o laço com o ambiente mais limpo de geração de energia e, do ponto de vista da ciência, da tecnologia, traz uma série de ganhos, o que inclui a congregação de professores/as, pesquisadores/as e especialistas da área, a possibilidade de troca de experiências e de ampliação de laços entre entidades para novos projetos que se apresentem no futuro”, diz o diretor do SENAI-RN e do ISI-ER, Rodrigo Mello.

As atividades para PD&I da indústria que a cidade desenvolve na rede de Institutos SENAI de Inovação, o alinhamento dessa atuação com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, potenciais locais para visitas técnicas durante o evento, infraestrutura hoteleira e turística foram as principais razões para a escolha de Natal.

Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não pode ser reutilizado. Se você deseja cooperar conosco e gostaria de reutilizar parte de nosso conteúdo, por favor entre em contato com: editors@pv-magazine.com.

Conteúdo popular

Chamada da Aneel recebe propostas para 19 plantas piloto de hidrogênio que somam 100 MW
19 julho 2024 O valor previsto de investimento, considerando as 24 propostas, incluindo além das plantas a produção de equipamentos, é de R$ 2,7 bilhões, o que repr...