Colibri Capital adquire Sirius e entra em distribuição no mercado de GD

Share

A Colibri Capital, empresa especializa em construção de usinas solares em Geração Distribuída, anuncia a aquisição da Sirius, comercializadora de kits fotovoltaicos com sede em Recife, Pernambuco. O acordo prevê investimento de R$ 30 milhões na empresa e marca a entrada do grupo no mercado de distribuição de equipamentos em geração distribuída (GD), além de impulsionar sua expansão geográfica, já que a Sirius atua em 24 dos 26 estados brasileiros.

“Adquirir a Sirius permite à Colibri Capital penetrar e expandir no setor de energia solar com um braço que ainda não tinha em seu portfólio de empresas. E com o detalhe de não começar do ponto zero, já que a Sirius tem uma base ativa de negócios”, afirma o presidente da Colibri Capital, Carlos Eduardo Barros.

A Colibri Capital já realizou grandes investimentos em outras empresas do setor. Fazem parte do grupo as companhias E1 Energia, Eco Soluções e GDSolar. “Com a Sirius, esse ecossistema pode ser beneficiado com a retroalimentação de serviços, sem precisar recorrer a uma empresa de fora do grupo”, afirma Barros. “A Sirius construiu uma marca forte com rápido crescimento. Com a chegada da Colibri, pode se transformar no maior player do mercado”.

Fundado em 2019, o Grupo Colibri fatura mais de R$ 200 milhões por ano e já investiu mais de R$ 1 bilhão no setor energético. A empresa já tem 100 usinas solares, com mais de 1 milhão de painéis instalados em todos os estados do Brasil.

“Com a Colibri, queremos nos transformar em referência no mercado do Nordeste, partindo de Pernambuco, trazendo mais capilaridade à rede de distribuição e ampliando o potencial de estoque. O mercado gira para quem tem pronta entrega. Além disso, agora podemos forjar parcerias com os maiores players do mercado mundial e passamos a trabalhar com as outras empresas do grupo que atuam no setor de energia solar, formando um ecossistema para troca de informações e acesso a fornecedores”, esclarece o  CEO da Sirius, Bruno Fraga. “Também teremos todo um backoffice com seis vezes o tamanho do nosso escritório, para tratar de todas as questões jurídicas, administrativas, RH e toda a estrutura que é preciso para desenvolver de forma ainda mais ordenada”, complementa o executivo.

A Sirius começou em Pernambuco, em 2019, e rapidamente conquistou mercados nos estados do Norte e Nordeste, sem necessidade de alavancagem. A empresa registrou um faturamento de mais de R$ 110 milhões nos últimos três anos. Foi reconhecida como o 3º maior distribuidor Solar Edge em 2022 e classificada em 1º lugar na lista “10 Melhores Marcas de Painéis Solares de 2023” pelo portal HPG. A distribuidora já tem em seu portfólio um histórico com os maiores fornecedores do mundo, com Deye, ZNSHINE e SolarEdge.

Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não pode ser reutilizado. Se você deseja cooperar conosco e gostaria de reutilizar parte de nosso conteúdo, por favor entre em contato com: editors@pv-magazine.com.