Exportações de módulos da Índia atingiram US$ 1,9 bilhão no ano fiscal de 2023-24

Share

Da pv magazine Global

As exportações de módulos solares da Índia aumentaram 91%, para US$ 1,9 bilhão no ano fiscal de 2023-24. O mercado americano foi o maior destino, respondendo por 98,5% das exportações totais de módulos fotovoltaicos da Índia. As exportações para a África do Sul atingiram US$ 4,73 milhões, de acordo com dados do Ministério do Comércio e Indústria da Índia.

As importações de módulos solares da Índia atingiram US$ 4.353,51 milhões no ano fiscal de 2023-24, 361% acima dos US$ 943,52 milhões no ano fiscal de 2022-23. Os embarques da China para a Índia totalizaram US$ 2.850,74 milhões, representando cerca de 66% das importações totais de módulos da Índia.

O Vietnã foi o segundo maior fornecedor de módulos para a Índia. Seus embarques de painéis totalizaram US$ 935,05 milhões. Os embarques da Malásia para a Índia ficaram em US$ 237,99 milhões.

As importações de células solares da Índia também aumentaram para US$ 1.853,05 milhões no ano fiscal de 2024, um aumento de 41% ano a ano.

A China continua a ser o maior fornecedor de células solares para o mercado indiano. As importações de células fotovoltaicas da China quase dobraram para US$ 1.035,98 milhões no ano fiscal de 2024, de US$ 581,45 milhões no ano fiscal de 2023.

Malásia e Tailândia foram as duas maiores fontes de células solares da Índia, com suas remessas para a Índia totalizando US$ 311,81 milhões e US$ 248,75 milhões, respectivamente.

Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não pode ser reutilizado. Se você deseja cooperar conosco e gostaria de reutilizar parte de nosso conteúdo, por favor entre em contato com: editors@pv-magazine.com.