Vendas de produtos solares PERC é prejudicada pela queda dos preços dos módulos TOPCon

Share

Da pv magazine Global

Houve pouca movimentação nos preços dos módulos solares na classe de baixo desempenho neste mês. No entanto, houve um ajuste significativo de preços para módulos com níveis de eficiência superiores a 22%.

Os preços desses módulos, que agora são equipados principalmente com células tipo N/TOPCon e vidro duplo, estão cada vez mais alinhados com os dos módulos convencionais. Existem apenas valores diferenciados para alguns tipos com tecnologia de contato traseiro interdigitado (IBC) ou heterojunção (HJT), que não são considerados separadamente nesta análise.

Os volumes de produção na China de células e módulos do tipo N parecem ter aumentado, mas a nova situação alfandegária nos Estados Unidos já pode estar tendo um impacto. A questão aqui é: como isto vai impactar o mercado europeu? Preços cada vez mais baixos significariam que a demanda continuaria a aumentar se não fossem por vários fatores disruptivos.

Ainda há estoques maiores de módulos produzidos em 2023 ou antes nas distribuidoras, mas também entre os próprios instaladores. No entanto, estes medem 2 m² de tamanho e estão com vendas reduzidas devido ao seu baixo desempenho. Os proprietários de edifícios geralmente querem ver o alto desempenho e a tecnologia mais recente instalados em novos sistemas, o que torna muito mais difícil vender os bens existentes.

Apesar da redução esperada na produção de módulos e nos volumes de importação, os módulos asiáticos ainda estão chegando ao mercado europeu em volume acima da demanda atual. Isso está fazendo com que os estoques cresçam, mesmo para modelos de alto desempenho, pressionando ainda mais os preços dos módulos.

Os estoques de módulos antigos, que foram produzidos e comprados a preços significativamente mais altos no passado, devem, portanto, ser continuamente desvalorizados. No entanto, isso não é possível para todos os players, o que significa que existem preços muito diferentes para módulos com tecnologia PERC no mercado. No geral, a diferença de preços entre essas categorias está diminuindo cada vez mais.

A África e o Sudeste Asiático provavelmente também ficarão saturados de módulos e os produtos chineses não poderão ser vendidos para o mercado americano. Uma estratégia que está se popularizando é acomodar os fatores suaves do negócio comercial – ou seja, condições de pagamento e entrega. Em vez de oferecer módulos a preços mais baixos, são concedidas linhas de crédito – muitas vezes sem necessidade de garantia – e prometida entrega gratuita. No entanto, a dúvida que fica é se essa tática funcionará a longo prazo. Muitas empresas menores estão à beira do precipício e não se pode descartar a inadimplência iminente de pagamentos.

Alguns fornecedores também se refugiam em mercados on-line, onde tentam vender rapidamente seus produtos de estoque para clientes internacionais sem incorrer em custos de vendas e marketing. Mas a pressão concorrencial também é grande e muitas vezes esses produtos só podem ser vendidos a preços de dumping. A outra questão é que quase não há como conhecer o potencial parceiro de negócios com antecedência – é preciso aceitar o que recebe.

Podem surgir mal-entendidos nas transações comerciais, especialmente além-fronteiras, e os operadores de plataformas online nem sempre estão disponíveis para prestar apoio e aconselhamento. Os esforços envolvidos na gestão de um negócio online rapidamente se tornam maiores do que comprar ou vender dentro de uma relação comercial estabelecida.

Minha preferência por usar módulos antigos excedentes é clara: instalá-los em sistemas maiores de espaço aberto ou telhado. Os formatos, muitas vezes menores, não são uma má escolha, especialmente em áreas com cargas de vento ou neve mais altas. Os custos de material e montagem aumentam ligeiramente em favor de uma melhor estática, mas o manuseio mais fácil compensa a desvantagem.

E há outra vantagem inegável: os módulos já estão em estoque e, portanto, têm a garantia de estarem disponíveis, ou seja, não devem acarretar problemas de entrega e, portanto, atrasos no processo de construção. Também é possível encontrar alguns inversores e bobinas de cabo não vendidos, e então os componentes para o seu sistema fotovoltaico estão quase completos.

Preços diferenciados por tecnologia em abril de 2024, incluindo alterações em relação ao mês anterior (em 20 de maio de 2024).

Imagem: pvXchange.com

Uma vez que um sistema foi construído e conectado a uma rede, ninguém está interessado em saber se os módulos são de última geração ou não. Em qualquer caso, os ativos resultantes podem ser vendidos.

Sobre o autor: Martin Schachinger estudou engenharia elétrica e atua na área de energia fotovoltaica e renovável há quase 30 anos. Em 2004, ele montou um negócio, fundando a pvXchange.com plataforma de negociação on-line. A empresa estoca componentes padrão para novas instalações e módulos solares e inversores que não estão mais sendo produzidos.

Os pontos de vista e opiniões expressos neste artigo são dos próprios autores, e não refletem necessariamente os defendidos pela pv magazine.

Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não pode ser reutilizado. Se você deseja cooperar conosco e gostaria de reutilizar parte de nosso conteúdo, por favor entre em contato com: editors@pv-magazine.com.