Governo do Ceará assina memorando com a Eletrobras para produção de hidrogênio verde no Pecém

Share

Nesta terça-feira (14/05), o governador Elmano de Freitas, que está em Missão Internacional do Consórcio Nordeste na Europa, assinou Memorando de Entendimento com a Eletrobras, para a produção de hidrogênio verde (H2V) e seus derivados, como amônia verde, no Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), na Região Metropolitana de Fortaleza. A assinatura ocorreu no estande do CIPP, no segundo dia da World Hydrogen 2024, realizada em Roterdã, na Holanda.

“A medida é muito importante porque impulsionará a geração de emprego e renda para a nossa população, além de representar uma contribuição direta para a construção do mundo mais sustentável. O acordo prevê o fornecimento de energia renovável e de H2V aos futuros projetos industriais no Ceará”, afirma Freitas.

Para o presidente da Eletrobras, Ivan Monteiro, o acordo sinaliza o comprometimento da empresa brasileira com a transição energética mundial. “Como líderes em geração e transmissão de energia elétrica no país, devemos contribuir não apenas para o aprimoramento da matriz brasileira, mas do mundo, para que as fontes sejam cada vez mais limpas e renováveis. Ao firmar essa parceria, estamos alinhados com a estratégia de contribuir para a descarbonização da economia e a segurança energética”, ressalta.

Até o momento, o estado do Ceará soma 37 memorandos assinados com empresas nacionais e estrangeiras para o desenvolvimento da cadeia produtiva do hidrogênio verde no Hub do Porto do Pecém. O Governo do Estado tem ainda firmados seis pré-contratos para a produção de hidrogênio verde.

“É um momento muito importante para o hub de hidrogênio verde no Ceará. Estamos recebendo a maior empresa de energia do Brasil, que vai garantir o crescimento do sistema de energia no Brasil, como tem feito nos últimos anos. A presença da Eletrobras reforça todo o esforço de um trabalho que está sendo feito e mostra a confiança no Estado do Ceará, no Complexo do Pecém. Tenho certeza que a Eletrobras, como atuante nas diversas etapas da cadeia produtiva de energia renovável no Brasil, vai aceitar esse desafio e avançar rápido nas negociações pra consolidar de vez o hub de hidrogênio verde no Pecém”, apontou Hugo Figueirêdo, presidente do CIPP.

Estiveram presentes na assinatura, os secretários Salmito Filho, do Desenvolvimento Econômico, e Roseane Medeiros, das Relações Internacionais; o presidente do CIPP, Hugo Figueirêdo, os vice-presidentes Rebeca Oliveira e Fabio Grandchamp, e o diretor comercial, André Magalhães; o vice-presidente de Comercialização e Soluções em Energia da Eletrobras, Ítalo Freitas, e o vice-presidente executivo de Estratégia e Desenvolvimento de Negócios da Eletrobras, Elio Wolff; entre outras autoridades.

Posteriormente, Elmano de Freitas se reuniu com executivos da Fortescue Metals Group, multinacional com a qual o Estado tem pré-contrato firmado. Na pauta, trataram de ações para avançar na produção de hidrogênio verde no Ceará. O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) participou do momento.

Na agenda, ainda estavam previstas outras reuniões nesta terça-feira. Uma delas foi com executivos da Gasunie, empresa holandesa de energia e infraestrutura, que teve presença do vice-ministro de Política Climática e Energia da Holanda, Michel Heijdra, está confirmada. Elmano de Freitas ainda se reuniu com representantes da bp Alternative Energy.

Outra reunião será com o vice-prefeito de Roterdã, Robert Simons, que visitou o Ceará em março deste ano, quando conheceu o Complexo do Pecém.

Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não pode ser reutilizado. Se você deseja cooperar conosco e gostaria de reutilizar parte de nosso conteúdo, por favor entre em contato com: editors@pv-magazine.com.