Be Solar participa do primeiro FII de energia limpa do Brasil

Share

A Be Solar, empresa mineira de soluções de energia solar, é parceira das empresas Suno, Guide, CBIE e XP Investimentos no SNEL11, o primeiro fundo de investimento imobiliário dedicado à energia limpa no Brasil. Na parceria, a Be Solar fornece as placas fotovoltaicas para as usinas de energia solar a serem construídas para a iniciativa.

O SNEL11 tem seus recursos gerenciados pela SUNO Asset, uma gestora de recursos independente. A avaliação de riscos e planejamento do projeto é feito pela CBIE e a Guide faz a intermediação, também administrada em parceria com a XP Investimentos.

“Estamos desenvolvendo essa parceria desde o final de 2022, que já está nos dando bons frutos. É uma grande honra para nós fazermos parte do primeiro FII de energia limpa do Brasil”, diz o diretor da Be Solar, Bruno Borges.

A FII será responsável por financiar projetos de painéis solares de geração distribuída, focados em clientes de baixa tensão no Ceará, Minas Gerais e Pernambuco, com possibilidade de margem de 90% e possibilidade retorno real de 25% a 30% a.a. O fundo está finalizando uma segunda emissão de cotas, que vai captar cerca de R$ 116 milhões de reais. Além disso, o SNEL11 estreou na B3, trazendo ainda mais investimentos para o FII. A estimativa de retorno é de IPCA  20% ao ano.

“Cada cota do fundo funciona como se fosse um terreno para uma casa. A pessoa adquire ‘o terreno’ e a usina é construída. A energia gerada é vendida e o investidor recebe o valor da receita gerada pela venda da energia de sua cota. É um fundo inovador, que vai levar a energia sustentável para mais áreas do país”, conclui Bruno Borges.

Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não pode ser reutilizado. Se você deseja cooperar conosco e gostaria de reutilizar parte de nosso conteúdo, por favor entre em contato com: editors@pv-magazine.com.

Conteúdo popular

Brasil tem mais de 140 GW de projetos solares outorgados
24 abril 2024 Levantamento realizado pela Greener com base em dados atualizados até fevereiro identificou um aumento de 68% na oferta de novos projetos de geração s...