BYD Energy reduz em 34% o tempo de atendimento

Marketplace de energia renovável

Share

A BYD Energy informou que reduziu em 34,7% o tempo de atendimento junta a seus clientes, desde a abertura até a solução do chamado. Em julho,  a empresa consolidou os chamados recebidos em até 2 horas e conseguiu resolvê-los em até 47 horas, de 72 horas anteriormente

“Estamos sempre em busca de soluções para melhorar nossa eficiência no processo de atendimento e pós-venda. É um desafio diário, tanto que hoje somos a empresa com o melhor pós-venda do mercado solar do Brasil. Nossa meta é trabalhar muito para dar continuidade – e até superar – esse ótimo desempenho no atendimento do mês passado”, diz o gerente de Operações da BYD Energy do Brasil, Nelson Souza.

Essa evolução no tempo de atendimento é explicada por uma série de estratégias, como a ferramenta de atendimento da Desk Manager, implantado no primeiro semestre deste ano, licenças de operação e integração com o WhatsApp, gerando relatórios e dashboards para a equipe de gestão da empresa.

Ao todo, a área de pós-vendas da BYD conta com 12 aplicativos com diversas funcionalidades dentro de um mesmo sistema, que garantem o suporte de atendimentos, via chamados, e uma gestão completa. Além disso, a BYD viabiliza todo o fluxo de atendimento dentro do sistema através da integração com o WhatsApp. Além da plataforma, a empresa conta ainda com uma equipe de Customer Success.

“O faturamento dos nossos clientes está baseado no quilowatt-hora de energia. Ou seja, cada segundo de indisponibilidade da usina de geração representa impacto negativo em suas receitas. Então, é fundamental que o problema seja solucionado o mais rápido possível. Por isso, apostamos na eficiência e, também, na agilidade para reduzir o tempo desse prazo”, comenta Souza.

Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não pode ser reutilizado. Se você deseja cooperar conosco e gostaria de reutilizar parte de nosso conteúdo, por favor entre em contato com: editors@pv-magazine.com.

Conteúdo popular

Chamada da Aneel recebe propostas para 19 plantas piloto de hidrogênio que somam 100 MW
19 julho 2024 O valor previsto de investimento, considerando as 24 propostas, incluindo além das plantas a produção de equipamentos, é de R$ 2,7 bilhões, o que repr...