Remessas acumuladas de módulos Trina Solar de 210 mm ultrapassam 120 GW

Resumo da indústria fotovoltaica chinesa: Tongwei revela investimento upstream

Share

A Trina Solar encerrou 2023 com as receitas totais alcançando US$ 16,09 bilhões, volume 27,26% acima do registrado no ano anterior. As remessas de módulos no período somaram 65,21 GW, número 51,33% superior ao obtido em 2022. Os resultados foram anunciados em 25 de abril. De acordo com um levantamento da Greener, a companhia enviou 740 MW para o Brasil em 2023.

Além disso, ao longo de 2023, a TrinaTracker entregou 20 GW em equipamentos para rastreamento solar no mundo. Outra unidade de negócios, a TrinaStorage, foi responsável pelo fornecimento de 5 GWh em sistemas de armazenamento de energia.

A empresa acumula mais de 205 GW em remessas de módulos desde que começou a atuar no segmento, considerando também as entregas registradas no primeiro trimestre de 2024. Do total das remessas acumuladas de módulos, os produtos com 210 mm, formato desenvolvido pela Trina Solar e que passou a ser adotado por outras indústrias do segmento, representam 120 GW. Uma fonte ouvida pela pesquisa semanal de mercado da OPIS disse que esses produtos 210R (182 mm x 210 mm) devem ter avanços perceptíveis no mercado no segundo semestre deste ano, apresentando um parâmetro crucial para aumentar a potência do módulo.

O módulo Vertex N 700W+ de 210 mm da Trina, com células i-TOPCon tipo N, alcançou potência de 720,53W, a mais alta entre os módulos TOPCon produzidos em massa, de acordo com a companhia. Além disso, ele alcançou potência máxima de 740,6W em laboratório e estabeleceu um novo recorde atestado pela empresa de certificação TUV SUD na segunda quinzena de abril.

Armazenamento de energia e rastreamento solar

A Trina Solar está empenhada em expandir seu negócio de sistemas de armazenamento de energia em todo o mundo. Além da China, as remessas de 5 GWh em 2023 atenderam a países da Europa, Ásia-Pacífico, América do Norte, Oriente Médio, África e América do Sul. A Trina Storage, fornecedora de produtos e soluções em armazenamento de energia, lançou em fevereiro deste ano a nova geração do Elementa 2, sistema de armazenamento de energia refrigerado a líquido e equipado com células desenvolvidas pela própria empresa.

A TrinaTracker foi bem-sucedida na entrega global de 20 GW em rastreadores solares, abrangendo mais de 60 países. Com uma capacidade instalada para produzir 10 GW por ano em rastreadores, no início de 2024 a empresa anunciou o início de fabricação do Vanguard 1P atualizado, ideal para módulos Vertex N 720W, com menor LCOE e maior IRR.

A capacidade de produção da Trina Solar no final de 2023 era de 55 GW para wafers de silício, 75 GW para células e 95 GW para módulos. Com o objetivo de atender ao aumento da demanda por seus produtos, a empresa está ampliando a capacidade instalada. A expectativa é de que até o final deste ano ela alcance 60 GW para wafers monocristalinos, 105 GW para células e 120 GW para módulos.

A Trina Solar tem o compromisso de liderar o caminho com soluções inteligentes de energia fotovoltaica e armazenamento de energia e de facilitar a transformação de novos sistemas de energia para um futuro net zero.

Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não pode ser reutilizado. Se você deseja cooperar conosco e gostaria de reutilizar parte de nosso conteúdo, por favor entre em contato com: editors@pv-magazine.com.