Ecota projeta faturar R$ 1 milhão em 2024 com plataforma de investimentos em renováveis

Share

Natural de Palhoça, Santa Catarina, a Ecota é uma startup que busca democratizar o acesso a investimentos em geração de energia renovável por meio de cotas de participação em usinas. A plataforma, que está em fase final de desenvolvimento e conta com o apoio da Leonora Ventures, uma corporate venture builder catarinense, projeta alcançar R$ 1 milhão em receita, até 1,5 mil usuários diretos e 20 mil clientes potenciais ainda em 2024.

Fundada em abril de 2023, em Palhoça (SC), a Ecota visa, inicialmente, estruturar a solução para atingir o maior número de interessados. Já em março, espera validar a eficiência do sistema de investimento proposto, que se posiciona na vanguarda do setor, e atrair investidores. A startup também trabalha com parceiros já consolidados no ramo de construção de usinas e com projetos próprios, assegurando prazos e validando os recursos.

Para tirar a ideia do papel, a Ecota investiu R$ 500 mil. “Estamos muito confiantes com a experiência da Leonora Ventures para alcançarmos o melhor desempenho dentro do mercado”, destaca o fundador da Ecota, Maycon Werlich.

A CVB auxiliará na construção de estratégias de venda, marketing e no referencial jurídico e financeiro, atuando ainda em táticas operacionais e fornecendo todo o suporte para implementar a solução com parceiros de negócios.

 “Há grande expectativa com a incorporação de toda a bagagem da Leonora Ventures diante de uma solução inovadora tão seleta e que envolve um setor que está sempre em pauta no mundo todo, como o de geração de energia”, finaliza a CEO da Leonora Ventures, Maycon Werlich.

Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não pode ser reutilizado. Se você deseja cooperar conosco e gostaria de reutilizar parte de nosso conteúdo, por favor entre em contato com: editors@pv-magazine.com.