Indústria fotovoltaica chinesa: país poderá incorporar mais de 150 GW de capacidade fotovoltaica em 2023

Indústria fotovoltaica chinesa: país poderá incorporar mais de 150 GW de capacidade fotovoltaica em 2023

Share

Da pv magazine global

A Rystad Energy anunciou que a China pode ter outro ano recorde para novas instalações fotovoltaicas em 2023, impulsionada pela incorporação de 150 GW de capacidade fotovoltaica. A empresa cita dados da Administração Nacional de Energia da China que mostram 134,9 bilhões de yuans (US$ 15,8 bilhões) de investimento na construção nacional de energia fotovoltaica no primeiro semestre de 2023 – o mais elevado entre todas as fontes de geração de energia.

A consultoria norueguesa também prevê 165 GW de instalações potenciais em 2024 e 170 GW em 2025. Ela espera que a capacidade solar fotovoltaica instalada da China duplique nos próximos três anos, de 500 GW em 2023 para 1.000 GW até o final de 2026.

Yicong Zhu, analista sênior de energias renováveis ​​da Rystad, atribui esse crescimento previsto a um “impulso significativo em projetos de grande escala” no âmbito de um programa nacional lançado em junho de 2021. “Embora a maioria dos sistemas fotovoltaicos distribuídos sejam instalados em telhados, nem todos eles são usados para fins residenciais”, diz Zhu. “Cerca de dois terços da capacidade fotovoltaica distribuída na China são utilizados pelos setores comercial e industrial e estes projetos podem variar de dezenas a mais de 100 MW.”

A GCL afirma que uma de suas subsidiárias, a Henan GCL Energy Technology, assinou um acordo de investimento com o governo municipal de Luohe, na província de Henan. O negócio de 6 bilhões de yuans (US$ 833 milhões) envolve a construção de uma fábrica de lítio com capacidade de 100 mil toneladas.

A Canadian Solar Inc. anuncia que terá 50,4 GW de capacidade de fundição de lingotes e 60 GW de capacidade de corte de wafer até o final de 2024. A empresa também espera expandir a produção de células solares para 70 GW e a produção de módulos fotovoltaicos para 80 GW.

Já o Grupo Mingyang assinou um acordo de investimento de 10 bilhões de yuans com as autoridades municipais em Maanshan, província de Henan. A especialista em energia eólica afirma que planeja construir uma fábrica de células e módulos solares de heterojunção (HJT) de 10 GW no município. Em maio de 2021, a Mingyang investiu na incorporação de 5 GW de capacidade de produção de células HJT em Yancheng, província de Jiangsu. Ela também montou uma fábrica separada com capacidade de células HJT de 2 GW em Shaoguan, província de Guangdong.

O Grupo Three Gorges anunciou os resultados de seu exercício de aquisição centralizada de estrutura de módulo fotovoltaico para 2023, com propostas vencedoras da JA Solar, Das Solar, Tongwei, Trina Solar e JinkoSolar. A JA Solar garantiu um contrato para fornecer até 3 GW de módulos tipo P de 182 mm, com potência de 545 Wp ou superior. A Tongwei foi escolhida para fornecer 500 MW de painéis tipo P de 210 mm, com potência de 660 Wp ou superior. Já a JinkoSolar deverá fornecer painéis TOPCon do tipo N, com wafers de 182 mm ou superiores.

A Xinyi Solar Holdings afirma que planeja emitir ações ordinárias e novas, representando até 10% das ações da empresa, dependendo da aprovação dos acionistas, à medida que passa do Mercado ChiNext para o conselho principal da Bolsa de Valores de Shenzhen. A empresa pretende alocar cerca de 30% dos recursos para a quinta fase de investimento em uma linha de produção de vidro solar em Melaka, na Malásia. Ela usará 25% para a produção de vidro solar na província chinesa de Yunnan e 15% para instalar uma linha de produção de vidro solar na província de Jiangsu. O restante será utilizado como capital de giro geral.

Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não pode ser reutilizado. Se você deseja cooperar conosco e gostaria de reutilizar parte de nosso conteúdo, por favor entre em contato com: editors@pv-magazine.com.

Conteúdo popular

Geração solar centralizada aumentou 47,1% em junho
17 julho 2024 As usinas solares tiveram o crescimento proporcional mais expressivo na geração para este mês, na comparação com junho de 2023, com 2.922 MW médios en...