Contratação de trackers acelera no Brasil, com Nextracker na liderança

Share

O mercado brasileiro de seguidores fotovoltaicos aqueceu nos últimos meses. Entre março de 2022 e março de 2023, houve uma aceleração dos contratos, foram 7 GW, contra 4,4 GW de contratos entre março de 2021 e março de 2022. Os dados, levantados pela Greener, são referentes a projetos mapeados pela consultoria, podendo não refletir a totalidade dos contratos, e integram o Estudo Estratégico de Geração Centralizada da empresa, que está para ser publicado.

No acumulado, já foram fechados contratos de trackers para o equivalente a 19 GW. Desse total, a Nextracker tem um volume contratado total de 7.720 MW (39,2%), seguida da Soltec com 4.773 MW (24,2%) e pela Array STI com 3.546 MW (23,1%).

A Nextracker teve o maior salto de contratos fechados entre os empreendimentos mapeados pela Greener, um crescimento de 3.672 MW contratados no período. Com isso, a empresa ampliou seu market share, que era de aproximadamente 33% – 4.048 MW de 12 GW até março de 2022 –, para quase 40%.

 

Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não pode ser reutilizado. Se você deseja cooperar conosco e gostaria de reutilizar parte de nosso conteúdo, por favor entre em contato com: editors@pv-magazine.com.

Conteúdo popular

Geração solar centralizada aumentou 47,1% em junho
17 julho 2024 As usinas solares tiveram o crescimento proporcional mais expressivo na geração para este mês, na comparação com junho de 2023, com 2.922 MW médios en...