Oferta aumenta mas financiamento tem participação menor nas vendas de GD em 2022

Share

As vendas de geração distribuída solar tiveram menos apoio de financiamento em 2022 e exigiram mais flexibilização das condições de pagamento por parte das empresas integradoras, de acordo com Estudo Estratégico Geração Distribuída 2023 da Greener.

A pesquisa reuniu informações de 4.938 empresas integradoras, no período de 28/11/22 a 17/01/23, das quais 3.475 respostas foram validadas.

Com as altas taxas de juros praticadas no país, apenas 22% das vendas efetuadas pela empresas integradoras em 2022 foram financiadas, contra 57% em 2021.  

Apesar disso, a oferta de linhas de financiamento e fontes de crédito aumentou. O estudo identificou 58 instituições financeiras citadas pelos entrevistados oferecendo crédito para geração distribuída em 2022, contra 40 em 2021. O BV foi o banco mais lembrado pelas integradoras (citado por 21% das empresas) seguido por Banco do Brasil (12%) e Santander (11%). 

Nesse cenário em que menos consumidores optaram pelo financiamento, as integradoras flexibilizaram as condições de pagamento, identificou o estudo. Das empresas entrevistadas, 68% ofereceram um maior desconto em pagamentos à vista ou aumentaram o número de parcelas, por exemplo. 

A estimativa, considerada conservadora, é que o número de empresas integradoras que efetivamente atuaram no mercado em 2022 é de aproximadamente 31 mil. O estudo completo, bem como a descrição das metodologias utilizadas, pode ser acessado aqui.  

Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não pode ser reutilizado. Se você deseja cooperar conosco e gostaria de reutilizar parte de nosso conteúdo, por favor entre em contato com: editors@pv-magazine.com.

Conteúdo popular

Chamada da Aneel recebe propostas para 19 plantas piloto de hidrogênio que somam 100 MW
19 julho 2024 O valor previsto de investimento, considerando as 24 propostas, incluindo além das plantas a produção de equipamentos, é de R$ 2,7 bilhões, o que repr...