BNB Clube de Fortaleza economiza R$ 170 mil reais por ano com energia solar

Share

Ao investir em energia solar fotovoltaica como fonte renovável, o BNB Clube de Fortaleza mostrou que para garantir a sustentabilidade do negócio e se manter há quase 70 anos entre as mais tradicionais agremiações socio-esportivo-culturais da capital do Ceará – Estado que se posiciona em 11º no Ranking de Geração Distribuída (GD) – é necessário se reinventar. Para atender a demanda energética do complexo de 20 mil m² do clube cearense, que conta com uma ampla infraestrutura de lazer na Sede Aldeota, foi necessário uma sistema solar com equipamentos da Renovigi Energia Solar com 396 painéis fotovoltaicos bifaciais de 540W e dois inversores Reno NG 75K 380V.

Com potência instalada de 213,84 kWp, que equivale a economia da emissão de, aproximadamente, 100 quilos de CO2 na atmosfera, o projeto fotovoltaico do BNB Clube foi desenvolvido pela franquia Fortaleza Edson Queiroz, da SolarPrime, e contou com o financiamento do Banco do Nordeste para sua viabilidade, visando promover a economia anual estimada em R$ 170 mil reais.

Por reconhecer o potencial sustentável da região, o Banco do Nordeste oferece diferentes programas de crédito que facilitam ações de sustentabilidade e inovação no Nordeste. O FNE Verde, o FNE Sol e o FNE Inovação, por exemplo, são algumas dessas linhas que viabilizam projetos de energias renováveis, por meio de condições mais atrativas como juros reduzidos, prazos acessíveis e alguns bônus.

Segundo o presidente do BNB Clube de Fortaleza, José Maurício de Lima da Silva, um projeto dessa magnitude, que envolve quase 400 placas e dois inversores, é um projeto de valor elevado, e somente conseguimos viabilizar graças ao Banco do Nordeste”. Silva esclarece que a linha de crédito FNE Sol apresentada pelo banco brasileiro de desenvolvimento regional permite o parcelamento do investimento em até 12 anos, condição fundamental para a viabilidade.“Com a economia que a gente vai fazer na conta de energia, a gente vai conseguir pagar o financiamento, pois a expectativa é que o payback seja em torno de seis a sete anos”, complementa o presidente da agremiação, informa o executivo.

O Banco do Nordeste já aplicou mais de R$ 30 bilhões em energias renováveis nos últimos cinco anos. Só na linha de crédito FNE Sol, utilizada pelo BNB Clube de Fortaleza, o investimento superou R$ 2 bilhões nesse período e, em 2022, foram financiados 5335 projetos fotovoltaicos com a linha de crédito FNE Sol para pessoas físicas – mostrando que a disponibilidade da linha de crédito não se restringe às empresas.

Conforme os dados mais recentes da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) sobre GD, Fortaleza é um dos 1792 municípios da Região Nordeste que apostaram na radiação solar como fonte de geração de energia. Além disso, é o 7º com maior potência instalada do país, representando 0,8% da – como mostra o 64º Infográfico de Energia Solar Fotovoltaica no Brasil da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar).

A boa performance de Fortaleza é um reflexo do incentivo que o Governo do Estado do Ceará vem mobilizando para a ascensão das energias renováveis na matriz energética, visando a promoção da ODS 7, de Energia Limpa e Acessível, como indica o relatório de ações do Governo do Ceará de 2022, elaborado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE).

Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não pode ser reutilizado. Se você deseja cooperar conosco e gostaria de reutilizar parte de nosso conteúdo, por favor entre em contato com: editors@pv-magazine.com.

Conteúdo popular

Geração solar centralizada aumentou 47,1% em junho
17 julho 2024 As usinas solares tiveram o crescimento proporcional mais expressivo na geração para este mês, na comparação com junho de 2023, com 2.922 MW médios en...