SolarPower Europe publica diretrizes para energia fotovoltaica flutuante

Share

Da pv magazine Global

A SolarPower Europe publicou um relatório abrangente sobre os desafios, a situação do mercado e as perspectivas de desenvolvimento da energia solar flutuante na Europa e em todo o mundo.

O relatório reúne as melhores práticas e conhecimento de anos de experiência no desenvolvimento de usinas fotovoltaicas flutuantes.

A associação afirmou que em 2022, a capacidade instalada acumulada de instalações fotovoltaicas flutuantes atingiu 5,7 GW. Só a China representa 70% da capacidade total, seguida pelo Japão, Coreia do Sul e Europa.

O relatório afirma um potencial solar flutuante global de 3 TW a 7 TW, com os analistas da IEA-PVPS estimando uma capacidade cumulativa mais conservadora de 60 GW até 2030. As melhores práticas envolvem a utilização dupla de superfícies de água para implantar sistemas fotovoltaicos flutuantes.

A SolarPower Europe apela a um melhor apoio público e a mais financiamento europeu para a investigação e inovação. Afirmou que será crucial gerir os riscos climáticos e a altura das ondas para um desenvolvimento eficaz.

“O crescimento da energia solar não tem precedentes e estamos a esforçar-nos para atingir a meta europeia de pelo menos 750 GW até 2030”, disse Lina Dubina, consultora política da SolarPower Europe. “Com estas diretrizes, mostramos como a energia fotovoltaica flutuante pode contribuir de forma sustentável para este crescimento, promover projetos de alta qualidade e levar a energia solar a novas terras.”

Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não pode ser reutilizado. Se você deseja cooperar conosco e gostaria de reutilizar parte de nosso conteúdo, por favor entre em contato com: editors@pv-magazine.com.

Conteúdo popular

Geração solar centralizada aumentou 47,1% em junho
17 julho 2024 As usinas solares tiveram o crescimento proporcional mais expressivo na geração para este mês, na comparação com junho de 2023, com 2.922 MW médios en...