MTR Solar acumula vendas de mais de 1,2 GW de trackers para usinas GD em 2023

Share

A MTR Solar reportou um crescimento de 45% em comercialização de kits fotovoltaicos, para usinas de solo a partir de 500 kWp, incluindo trackers e estruturas fixas de fabricação própria. A empresa já atendeu mais de 450 projetos até 2023, que acumulam 1,5 GW instalados.

Só neste ano, comercializou 1.200 MWp em trackers e 450MWp em estrutura fixa, novo recorde anual da empresa para esses dois equipamentos que são produzidos na fábrica do grupo MTR em Juiz de Fora (MG).

Para o próximo ano, a MTR Solar espera menos volatilidade no mercado, o que deve contribuir para um crescimento ainda mais sólido.

A estabilização da economia brasileira e chinesa será um fator diferencial para as empresas crescerem na comercialização de equipamentos para usinas solares. “Com a retomada do crescimento econômico e a estabilização dos mercados, é esperado que haja um aumento na demanda por energia limpa, o que pode impulsionar o setor de energias renováveis. A energia solar tem se mostrado uma opção viável e sustentável para a produção de eletricidade, e as usinas solares têm se expandido por todo o Brasil. Com a estabilização da economia brasileira, é provável que haja um aumento nos investimentos em infraestrutura para a produção de energia solar no país onde a China tem sido um dos principais players no mercado de energia solar, tanto em termos de produção quanto de consumo”, ressalta o CEO da MTR Solar, Thiago Rios.

O mercado de energia solar no Brasil tem tido um aumento significativo nos últimos anos, impulsionado por incentivos governamentais e pela preocupação com a sustentabilidade. “Vale ressaltar que o mercado de energia solar é influenciado por diversos fatores, como políticas governamentais, condições climáticas e competição no setor, e esses aspectos devem ser considerados ao fazer projeções de vendas. Quanto menor a volatilidade, maior a previsibilidade”, destaca Rios.

Os principais clientes da MTR são comercializadoras fundos de investimentos e investidores que veem no segmento de energia um setor estratégico para alocarem os recursos em infraestrutura, segmento que cresce em ritmo acelerado e acima da Selic.

Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não pode ser reutilizado. Se você deseja cooperar conosco e gostaria de reutilizar parte de nosso conteúdo, por favor entre em contato com: editors@pv-magazine.com.

Conteúdo popular

Chamada da Aneel recebe propostas para 19 plantas piloto de hidrogênio que somam 100 MW
19 julho 2024 O valor previsto de investimento, considerando as 24 propostas, incluindo além das plantas a produção de equipamentos, é de R$ 2,7 bilhões, o que repr...