Edital do primeiro leilão de transmissão de 2024 em consulta pública com previsão R$ 20,5 bilhões em investimentos

Share

Edital de leilão entra em consulta pública com previsão R$ 20,5 bilhões em investimentos
Leilão de Transmissão nº 1/2024, com 69 empreendimentos em 14 estados, será em março de 2024

Com quinze lotes em 14 estados, o primeiro leilão de transmissão de 2024 atrair R$ 20,5 bilhões em investimentos e gerar 41 mil empregos diretos. O edital do leilão, marcado para 28/03/2024, na sede da B3, em São Paulo, está em consulta pública desde sexta-feira (01/09). Os lotes se destinam à construção e manutenção de 6.475 quilômetros em linhas de transmissão novas e seccionamentos e de 9.200 mega-volt-ampères (MVA) em capacidade de transformação.

Os lotes 6, 14 e 15 são destinados à expansão do sistema de transmissão da área sul da região Nordeste e norte dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo para fazer frente à expectativa de contratação de elevados montantes de energia renovável gerada na região, com destaque para as usinas eólicas e solares. Esses lotes, localizados entre Bahia e Minas Gerais, são dependentes um do outro e, se o Lote 6 não receber ofertas, os Lotes 14 e 15 serão retirados do certame. O prazo é de 66 meses.

Já os lotes de 1 a 5, 12 e 13 são destinados à expansão da rede básica da área Norte da região Nordeste para escoar a geração de usinas já contratadas na região, ampliar as margens para conexão de novos empreendimentos e atender ao crescimento da demanda local.

Após análise das contribuições da consulta pública e apreciação do Tribunal de Contas da União, a diretoria da Aneel deverá publicar o edital e o aviso de licitação. Um workshop de esclarecimentos técnicos sobre os principais pontos do certame está previsto para janeiro de 2024.

Confira a descrição dos lotes aqui.

Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não pode ser reutilizado. Se você deseja cooperar conosco e gostaria de reutilizar parte de nosso conteúdo, por favor entre em contato com: editors@pv-magazine.com.