Aprovado estudo ambiental de projeto solar-eólico de 862,5 MW da AES no Chile

Share

Da pv magazine Latam

O Serviço de Avaliação Ambiental (SEA) da região chilena de Antofagasta aprovou o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) do projeto híbrido solar-eólico “Parque Terra Energía Renovável”, de um total de 862,5 MW, que será composto por uma usina fotovoltaica com capacidade de 512,5 MW, e um parque eólico de 350 MW, a ser localizado na comuna de Taltal, província e região de Antofagasta, no norte do país.

De acordo com o projeto apresentado pela Energía Eólica Paposo e aprovado pela SEA, fala-se num investimento de U$ 750 milhões, que deverá começar a injetar energia no sistema elétrico nacional no primeiro semestre de 2027. A Energía Eólica Paposo é uma subsidiária da AES, parte da empresa de energia norte-americana The AES Corporation.

O parque fotovoltaico completará sua capacidade instalada de 512,5 MW a partir de mais de 1,1 milhão de painéis. A sua disposição será montada “em correntes, cada uma das quais será constituída por 28 destes painéis e que serão montados nos seguidores, além disso, cada seguidor irá conter 3 correntes de painéis e um conjunto de 80 seguidores vão compor um bloco com potência de 3.125 kW”.

“Neste contexto, o parque fotovoltaico será composto por um total de 164 blocos de painéis fotovoltaicos compostos por um total de 13.117 correntes montadas em estruturas de suporte seguindo um eixo N-S móvel”.

Por sua vez, o parque eólico terá uma capacidade instalada de 350 MW e será composto por 50 geradores de 7 MW cada.

A expectativa de vida útil do projeto é de 35 anos; a fase de construção está estimada em dois anos, o que exigirá no máximo 900 pessoas na fase de construção, enquanto a expectativa é de contratação de 20 pessoas na fase de operação.

Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não pode ser reutilizado. Se você deseja cooperar conosco e gostaria de reutilizar parte de nosso conteúdo, por favor entre em contato com: editors@pv-magazine.com.

Conteúdo popular

Geração solar centralizada aumentou 47,1% em junho
17 julho 2024 As usinas solares tiveram o crescimento proporcional mais expressivo na geração para este mês, na comparação com junho de 2023, com 2.922 MW médios en...